Volte a Realidade

Pai com a ajuda da filha recria as fotos do casamento de sua falecida esposa

13:48:00 Jeorgea Scarlatt 6 Comments Category : , ,




Na cultura ocidental, o vínculo é altamente valorizado e não é por acaso que várias teorias se preocuparam com essa questão. Em contra partida, tenta-se esvaziar os sentimentos e sensações ligados à situações de despedidas e quebras de vínculos. Desde cedo ouvimos frases como: "Não chore!", "Vai passar!", "Bola pra frente!"... naquilo que parecem soluções superficiais para a dor de se perder alguém. Nem preciso dizer que tais medidas não são muito eficazes, né!? Por isso, espero que todos se inspirem com a história desse post.

Ben e Ali se casaram em 2009 e tinham acabado de comprar uma casa nova. Para terem um belo registro sobre as grandes mudanças que estavam acontecendo em suas vidas, eles decidiram tirar suas fotos de casamento naquela que seria a futura residência do casal apaixonado.
No entanto, como o destino é, infelizmente, uma das coisas mais incertas que existem, em 2011, Ali veio a falecer de câncer, deixando seu marido com a pequena filha do casal, Olivia.
Dois anos e meio mais tarde, no entanto, Ben e Olivia tiveram que se mudar para uma nova casa juntos. Como uma forma singela e emocionante de dizer adeus, a irmã de Ali, Melanie Tracy Pace, se juntou a eles para fazer uma sessão de fotos, reproduzindo com pai e filha, os registros feitos no dia do casamento.
As imagens resultantes - algumas das quais estão acompanhadas com as fotos originais de casamento - são uma despedida comovente para Ali e sua antiga casa.

Indagado sobre a sensação de ter feito algo do gênero, Ben disse:
"Muitas pessoas têm me perguntado o que eu senti ao fazer essa sessão de fotos. O que eu quero que elas saibam é que esta não é uma história sobre dor e perda. Sim, eu já passei por essas emoções e ainda passo, mas não é isso que eu quero que as pessoas vejam nestas fotos. Esta é uma história sobre o amor."

******* Pausa pra recompor a maquiagem! *******


Antes de conferir a série (que, acredite em mim, é muito mais emocionante do que as palavras de Ben!), tia Pê gostaria de deixar um poemita do Drummond com vocês:
AUSÊNCIA

Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.
Carlos Drummond de Andrade

 Agora sim, confira as fotos:

Tanto a fotografia da direita, 2009, quanto a da esquerda, de 2013, foram tiradas pela irmã de Ali, Melanie.

"As memórias de Ali não vivem naquela casa, elas vivem com a gente, nos nossos corações" escreveu Ben.

Olivia fazendo cachos iguais da sua mãe, no dia de seu casamento.




"Eu queria ser capaz de mostrar à Olivia o lugar onde sua mãe e eu começamos nossa vida juntos e sonhaávamos em criar os filhos", escreveu Ben.


Ben e Olivia, com o anjo de vidro que ela chama de "Mamãe".



Ben aprendeu a tocar a música “I Believe (When I Fall In Love With You It Will Be Forever)", do Steve Wonder - que foi a música de seu casamento com Ali - no ukulelê. Agora ele toca para a sua filha.



Posts Relacionados

6 comentários